Programa Especial de Formação de Docentes para a Educação Profissional no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande Do Sul/ Sertão/RS/Brasil: retrato de uma experiência

 

Autores
Castaman, Ana Sara; Rigo, Karina
Tipo de recurso
artículo
Estado
Versión aceptada para publicación
Año de publicación
2014
País
Argentina
Institución
Universidad Nacional del Centro de la Provincia de Buenos Aires
Repositorio
RIDAA (UNICEN)
Descripción
A atuação na educação profissional ainda carece de políticas consistentes, uma vez que, ao retratarmos as experiências desta modalidade de ensino desde os primeiros cursos técnicos no início do século passado, vislumbramos poucas iniciativas governamentais para a qualificação profissional. Ainda, verificamos em escolas de ensino básico profissional a formação leiga entre os professores, visto que não há uma regulamentação até o momento que exija uma formação específica para atuar nesta modalidade de ensino. Este contexto tem provocado reflexões e pesquisas sobre a pertinência de propostas de formação docente para a educação profissional, tanto inicial quanto continuada. Cabe ressaltar que, no Brasil, em 2007, houve uma expansão da rede federal com a ampliação de oferta de vagas e de novos cursos e, o IFRS, integrado neste sistema, preocupou-se em abrir uma formação que habilitasse os bacharéis à licenciatura. Como resultado da implementação de uma das demandas identificadas conforme audiência pública com participação das comunidades regionais, estabeleceu-se o projeto de um curso para formação de docentes no planejamento elaborado e discutido no Plano de Desenvolvimento do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul – Câmpus Sertão. Em 2010, portanto, iniciou-se o Programa de Docentes para a Educação Básica e Profissional. O programa destina-se aos alunos que já possuem diploma em cursos superiores, mas que necessitam uma complementação de sua graduação com as abordagens pedagógicas, de modo que estejam aptos às mediações do trabalho educativo tanto na dimensão teórica quanto na prática. O turno de funcionamento do curso é em regime especial, com aulas nas sextas-feiras no turno noturno e sábados nos turnos matutino e vespertino. O ingresso para o curso é anual, sendo que, todo ano, são ofertadas 40 vagas. Desde 2011, o curso já habilitou quatro turmas, totalizando um universo de 83 profissionais formados. Atualmente, duas turmas, totalizando 80 alunos matriculados, são oriundas das mais variadas cidades do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Por meio de apontamentos do Projeto Pedagógico do curso e dos documentos legais referentes ao mesmo, este estudo pretende abordar uma contextualização histórica da instituição e do curso, destacando a organização curricular - articulada em três núcleos: contextual, estrutural e integrador - e a prática pedagógica nele desenvolvida. De acordo com o Projeto Pedagógico do Curso, o núcleo contextual diz respeito à compreensão do processo de ensino-aprendizagem relacionado à pratica escolar (disciplinas estabelecidas: Antropologia das Sociedades Indígenas e Afrodescendentes no Brasil, Psicologia da Educação, Filosofia da Educação, Sociologia da Educação e História da Educação); o núcleo estrutural aborda a organização dos conteúdos, a avaliação e a integração do conteúdo com as demais disciplinas do currículo (disciplinas que constituem o núcleo: Políticas da Educação, Gestão da Educação, Didática, Fundamentos da Educação Especial, Educação de Jovens e Adultos e Libras); e o núcleo integrador representa a tarefa de estabelecer a reorganização do trabalho escolar a fim de que se construam projetos multidisciplinares com a participação articulada de professores de disciplinas distintas (são as disciplinas: Informática Aplicada à Educação, Metodologia do Ensino da Educação Profissional e Tecnológica, Práticas de Ensino e Seminário de Socialização de Defesa de Estágio). Conclui-se que o curso de formação de professores deve contribuir para a qualificação das condições de trabalho e de vida de um indivíduo. A finalidade formativa do programa se caracteriza por conduzir o docente de educação profissional a assumir uma postura que valorize a diversidade cultural, ao mesmo tempo em que enfatiza a responsabilidade do trabalho docente de garantir condições de acesso à educação profissional como caminho para a apropriação de um conhecimento já sistematizado pela humanidade. O estudo verifica que o programa tem atendido as demandas de ensino das instituições técnicas da região (federais, estaduais, municipais ou privadas), já que é a única oportunidade de formação de professores à educação profissional.
Idioma
portugués
OAI Identifier
oai:RIDAA:123456789/96
Enlace del recurso
http://www.ridaa.unicen.edu.ar/xmlui/handle/123456789/96
Nivel de acceso
Acceso abierto
Materia
Educación
Formación de docentes
Formación profesional
Siglo XXI-primera mitad
Río Grande do Sul,
Brasil