Brasil
Tesis de doctorado

Preparação de poliuretana à base de óleo de mamona

Poliuretanas são polímeros de grande versatilidade, podendo ser usadas na forma de pós, adesivos ou elastômeros. Por este motivo, as poliuretanas são amplamente pesquisadas e utilizadas nas indústrias. Paralelamente à busca por novas poliuretanas, é importante o controle cinético durante sua obtençã...

Descripción completa

Autor Principal: Rodrigues, Jucélia Maria Emerenciano
Formato: Tesis de doctorado
Lenguaje: por
Publicado: Universidade Federal do Rio Grande do Norte 2005
Materias:
Acceso en línea: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/15883
Sumario:
Poliuretanas são polímeros de grande versatilidade, podendo ser usadas na forma de pós, adesivos ou elastômeros. Por este motivo, as poliuretanas são amplamente pesquisadas e utilizadas nas indústrias. Paralelamente à busca por novas poliuretanas, é importante o controle cinético durante sua obtenção, principalmente se estas são obtidas via polimerização em massa. O trabalho desta tese aborda este problema, especificamente no caso da obtenção de poliuretanas derivadas do óleo de mamona e diisocianato de isoforona. Para isto, primeiramente o óleo de mamona foi caracterizado através dos seguintes métodos analíticos: índice de iodo, índice de saponificação, índice de refração, índice de hidroxila, teor de umidade e espectroscopia de absorção na região do infravermelho (FTIR). Como segundo passo, os corpos de prova dessas poliuretanas foram obtidos através de polimerização em massa e submetidos a ensaios de inchamento com diferentes solventes. A partir destes ensaios o parâmetro de Hildebrand foi determinado para este material. Finalmente, a polimerização em massa desse material foi executada em equipamento de calorimetria exploratória diferencial (DSC) a diferentes taxas de aquecimento sob duas condições: sem catalisador e com o catalisador, dibutil-dilaurato de estanho (DBTDL). As curvas de DSC foram ajustadas a modelos cinéticos, usando o método isoconversional, caracterizando o caráter autocatalítico da formação de poliuretanas