Brasil
Artículo

Desempenho da co-digestão anaeróbia de dejetos suínos com inclusão de glicerina bruta

RESUMO O objetivo foi avaliar o desempenho da co-digestão anaeróbia de dejetos de suínos associados com crescentes doses de glicerina bruta, adotando-se diferentes tempos de retenção hidráulica (TRH). O delineamento utilizado foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 3x4, três TRH (10; 17 e 2...

Descripción completa

Autor Principal: Schwingel,Alice Watte
Otros Autores: Orrico,Ana Carolina Amorim, Orrico Junior,Marco Antonio Previdelli, Sunada,Natalia da Silva, Centurion,Stanley Ribeiro
Formato: Artículo
Lenguaje: por
Publicado: Universidade Federal do Ceará 2016
Materias:
Acceso en línea: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-66902016000400778
Sumario:
RESUMO O objetivo foi avaliar o desempenho da co-digestão anaeróbia de dejetos de suínos associados com crescentes doses de glicerina bruta, adotando-se diferentes tempos de retenção hidráulica (TRH). O delineamento utilizado foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 3x4, três TRH (10; 17 e 24 dias) e quatro doses de glicerina bruta (0; 5; 10 e 15% dos sólidos totais), com quatro repetições por tratamento. Os parâmetros avaliados foram produção e potencial de produção de biogás, reduções de sólidos totais (ST), fibra em detergente neutro (FDN) e fibra em detergente ácido (FDA). A produção de biogás e potencial de produção apresentaram efeito quadrático nos TRH de 17 e 24 dias, evidenciando como doses ideais 4,09 e 5,63% de glicerina bruta, respectivamente, para produção e 4,52 e 5,42% de glicerina bruta para potencial de produção. Não houve diferença entre as doses de glicerina bruta dentro do TRH de 10 dias para as reduções de ST. No entanto, foi observado diferença entre as doses nos TRH 17 e 24, com a maior redução observada de 54,9% ao incluir 5% de glicerina bruta no maior TRH. As reduções de FDN e FDA aumentaram de acordo com a adição de glicerina bruta nos TRHs de 10 e 17 dias. A inclusão de 4 a 6% de glicerina bruta no TRH 24 mostrou-se mais eficiente na produção de biogás e reduções de ST e FDN. Já visando maior redução de FDA pode-se utilizar doses mais altas de glicerina a partir da co-digestão com dejetos suínos.